Já tem uma conta?

Translate this blog

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons nas seguintes condições: você pode copiar, distribuir e utilizar livremente, desde que cite a autoria com link para o artigo neste blog, não o utilize com finalidade comercial e não faça modificações no conteúdo.

08 maio 2008

Boa vontade: de Deus ou dos homens?

25 de dezembro de 2005

Em épocas natalinas é comum ouvir a expressão "Paz na terra aos homens de boa vontade!". A mim, essa expressão parece um tanto destoante do restante da Bíblia, onde os homens da terra são apresentados como tendo sempre uma má vontade para com Deus e suas ofertas. A bem da verdade, a doutrina da incapacidade do homem é incompatível com a idéia de homens com boa vontade para com Deus, muito embora tal expressão favoreça a teoria do livre arbítrio. Assim, resolvi dar uma pesquisada nas traduções de Lucas 2:14 em português (dei uma olhada nas versões inglesas e em espanhol, mas não as inclui nesta análise). Não é uma pesquisa exaustiva, pois a muitas traduções e versões não tenho acesso. Mas parece-me que é representativa, em se considerando o universo evangélico (não incluí traduções e versões católicos romanas e "livres").

Eis como algumas traduções trazem a expressão:


Glória a Deus nas maiores alturas, e paz na terra entre os homens, a quem ele quer bem . (Almeida Revista e Atualizada, 1993)


Glória a Deus nas alturas, paz na terra, boa vontade para com os homens! (Almeida Revista e Corrigida)


Glória a Deus nas alturas, paz na terra, boa vontade para com os homens. (Edição Contemporânea de Almeida)


Glória a Deus nas alturas, Paz na terra, boa vontade para com os homens. (Almeida Corrigida e Revisada Fiel)


Glória a Deus nas maiores alturas, e paz na terra entre os homens a quem ele quer bem. (Tradução Brasileira)


Glória a Deus nas maiores alturas do céu! E paz na terra para as pessoas a quem ele quer bem! (Nova Tradução na Linguagem de Hoje)


Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens aos quais ele concede o seu favor. (Nova Versão Internacional)


Glória ao Senhor, no mais alto dos céus, paz na Terra aos homens a quem Deus quer bem. (O Livro, IBS 2000)


Glória a Deus nas maiores alturas, e paz na terra entre os homens de boa vontade. (João Ferreira de Almeida Atualizada)


Vemos que com exceção da última citação (Almeida Atualizada), nenhuma das outras traz a expressão homens de boa vontade. Enquanto que em todas as demais é Deus quem tem boa vontade para com os homens. Entretanto, o Comentário Adventista diz que a evidência textual favorece a tradução "homens de boa vontade" referindo-se aos "que tenham boa disposição para com Deus". Embora citem em reforço dessa posição Mq 6:8 e Mt 22:36-40, homens naturais de boa disposição para com Deus é uma idéia estranha à Bíblia. Já o Novo Comentário Bíblico diz que "a frase "homens de boa vontade" é um hebraísmo e significa homens que são os objetos da boa vontade de Deus" . Isto me parece bem mais coerente com a preponderância das traduções que falam de boa disposição divina em favor dos homens.


Em seu sermão "O primeiro coral de natal", pregado em 20 de dezembro de 1857, Charles Spurgeon assume que o texto trata de boa vontade divina, pois testemunha "eu não tenho somente ouvido de milhares, senão que os conheço, que são completamente certos que Deus tem uma boa vontade para com os homens; e se você perguntar sua razão, eles darão uma completa e perfeita resposta. Eles dizem: Ele tem uma boa vontade para com os homens porque Ele deu Seu Filho. Não se pode dar maior prova da bondade entre o Criador e Suas criaturas do que quando o Criador deu Seu Filho Unigênito e bem amado Filho para morrer."


Em vista do exposto acima, eu creio que Deus tem uma boa vontade para com os homens e não estes tem uma boa vontade para com Deus.


Soli Deo Gloria!

0 comentários:

Postar um comentário

Sua leitura deste post muito me honrou. Fique à vontade para expressar suas críticas, sugestões, complemetos ou correções. A única exigência é que seja mantido o clima de respeito e cordialidade que caracteriza este blog.