Já tem uma conta?

Translate this blog

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons nas seguintes condições: você pode copiar, distribuir e utilizar livremente, desde que cite a autoria com link para o artigo neste blog, não o utilize com finalidade comercial e não faça modificações no conteúdo.

12 maio 2008

Charles Spurgeon e o livre-arbítrio

"Não estou pregando aqui nenhuma novidade; nenhuma doutrina nova. Gosto imensamente de proclamar essas antigas e vigorosas doutrina que por certo e verdadeiramente, são a verdade de Deus, a qual nos foi revelada em Jesus Cristo. Por meio desta verdade da eleição, faço uma peregrinação ao passado, e, enquanto prossigo, contemplo pai após pai da Igreja, mártir após mártir levantarem-se e apertar minha mão. Se eu acreditasse a doutrina do livre-arbítrio humano, então eu teria de prosseguir sozinho por séculos e mais séculos em minha peregrinação ao passado. Aqui ou acolá algum herege de caráter não muito honrado, talvez se levantasse e me chamasse de irmão. Entretanto aceitando como aceito essas realidades espirituais, como padrão da minha fé, contemplo a pátria dos antigos povoada por numerosíssimos crentes; multidões que confessam as mesmas verdades que defendo, que reconhecem que essa é a religião da própria Igreja de Deus"

0 comentários:

Postar um comentário

Sua leitura deste post muito me honrou. Fique à vontade para expressar suas críticas, sugestões, complemetos ou correções. A única exigência é que seja mantido o clima de respeito e cordialidade que caracteriza este blog.