Já tem uma conta?

Translate this blog

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons nas seguintes condições: você pode copiar, distribuir e utilizar livremente, desde que cite a autoria com link para o artigo neste blog, não o utilize com finalidade comercial e não faça modificações no conteúdo.

30 junho 2008

Deus quer salvar a todos

"Isto é bom e aceitável diante de Deus, nosso Salvador, o qual deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade." 1Tm 2:3-4

Reconheço que essa passagem apresenta dificuldades. Mas não apenas para os que aceitam a doutrina bíblica da predestinação, mas para todo estudante da Escritura. O texto diz que Deus "deseja que todos os homens sejam salvos", no entanto nós sabemos que nem todos os homens são salvos. A pergunta é por quê? Uma resposta apressada diria que os homens não querem ser salvos, mas aí nós temos que admitir que a vontade do homem prevalece sobre a vontade de Deus. O homem teria poder de veto sobre Deus, e isso é inaceitável. Outra possibilidade é que Deus não possa salvar todo mundo! Isso beira à blasfêmia, pois estaríamos dizendo que Ele não é Todo-Poderoso. Mas então, qual a saída para o dilema?

Eu acredito que embora o caráter bondoso de Deus deseje que todos os homens sejam salvos, há algo que Ele deseja mais do que salvar todo mundo. Sabemos que às vezes desejamos duas coisas, mas uma vontade é maior que a outra e acabamos escolhendo uma em lugar da outra. Creio então que há uma vontade prevalecente sobre a desejo de salvar a todos os homens. Mas o que seria?

Os defensores do livre arbítrio diriam que Deus deseja salvar a todos, mas acima disso deseja não violar o livre arbítrio do homem. Assim, a preservação do livre arbítrio seria algo maior que a salvação de toda a humanidade. Eu penso diferente, mesmo porque livre arbítrio é uma idéia humanista sem amparo na Bíblia, então não vejo porque Deus teria um compromisso com ele. Além disso, no inferno as pessoas desejariam que seu livre arbítrio tivesse sido violado e que eles fossem para o céu. Eu creio que o que Deus deseja mais que salvar a todos é a Sua glória. Quando Deus levar os seus para o céu será glorificado pela sua graça e misericórdia. Quando ele aplicar o justo castigo sobre os pecadores, será glorificado pela Sua justiça. Assim, Ele será glorificado tanto nos que são salvos como nos que se perdem. É assim que entendo esse versículo, mas reconheço que é uma passagem difícil e uma explicação melhor pode ser dada. Se alguém tiver, por favor poste.

Finalmente, gostaria de esclarecer uma idéia errada: a de que Deus predestina para o inferno. Não é verdade e a maioria absoluta dos que creem na predestinação creem na predestinação para a vida, tão somente. Sendo Deus a expressão da bondade, ele deixa todos os homens livres para serem salvos e nenhum obstáculo coloca diante dos homens. Quem quiser, vem e de maneira nenhuma é lançado fora. O problema é que ninguém, por si mesmo, vem. Então Ele atrai irresistivelmente alguns para Si.

Espero ter respondido a contento. Se não, é só pedir que esclareço melhor o que eu creio.

3 comentários:

Anonymous disse...

"É assim que entendo esse versículo, mas reconheço que é uma passagem difícil e uma explicação melhor pode ser dada. Se alguém tiver, por favor poste."

Outra interpretação possível é considerar esse texto como uma exposição da chamada geral ou universal. Nesse caso, o trecho "todos os homens" se referiria a todos os homens de todos os tipos (ou seja, de todas as nações, povos e línguas) e não a todos os homens considerados individualmente. Podermos provar isso contextualmente, pois um pouco antes Paulo pede a Timóteo que ore pelas autoridades, na época já empenhadas em perseguir os cristãos. Mas quem nos gararante que entre esses perseguidores não está um vaso escolhido? Acaso sabemos quem são os eleitos? Paulo que o diga!

Ademais, Clóvis, não considero sua interpretação de pouca conta. Afinal, o verbo θέλω (traduzido como "deseja") indica realmente muito mais um sentimento que propriamente uma determinação.

Só não podemos dar a resposta "apressada" e dizer que realmente Deus se esforça para salvar a todos, pois contraria o ensino geral das epístolas paulinas.

Um abraço,

Rodrigo

Clóvis disse...

Rodrigo,

De fato, é uma interpretação difícil. Obrigado por postar uma alternativa, para consideração dos leitores do blog.

Em Cristo,

Clóvis

Anonymous disse...

creio que notar o contexto é a melhor opção, nos primeiros versículos Paulo pede para orar por todos os homens, depois especifica quais tipos de homens ele deseja, que são os reis e autoridades. Ele diz todos os homens universalizando a oração, porém, depois especifica aos reis e autoridades, que eram pessoas que estavam em eminencia, e quem nunca focou sua evangelização aos pobres e etc? da mesma maneira, Paulo estava mostrando que é do interesse de Deus que oremos por todo TIPO de pessoas, independente do status social, financeiro, porque também Deus salvará todo tipo de pessoa.

Postar um comentário

Sua leitura deste post muito me honrou. Fique à vontade para expressar suas críticas, sugestões, complemetos ou correções. A única exigência é que seja mantido o clima de respeito e cordialidade que caracteriza este blog.