Já tem uma conta?

Translate this blog

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons nas seguintes condições: você pode copiar, distribuir e utilizar livremente, desde que cite a autoria com link para o artigo neste blog, não o utilize com finalidade comercial e não faça modificações no conteúdo.

25 fevereiro 2009

Não somos Smurfs

Em Cristo somos um corpo, mas não quer dizer uma massa. Quando a luz brilha sobre nós, longe de revelar uma igualdade intrínseca e monótona, ela realça o que há de belo em cada um. E infelizmente, hoje, belo é ser igual, é deixar de ser alguém, na implicação mais absoluta do que isto possa significa; é tornar-se um número impessoal. Belo, hoje, é ver o mundo através da lente dos outros, é até mesmo, ler e interpretar a Palavra de acordo com aqueles que dizem possuir a especial imcubência para tal tarefa. Em tudo isso, perde-se a essência, a imagem de Deus em nós. Posso até mesmo ter a marca de uma denominação, pregar como um apóstolo prega, ter um adesivo no carro como todos, obedecer cegamente até mesmo as arbitrariedades, mas já não há mais a essência cristalina que nós faz únicos diante do Pai.

Daniel Grubba

2 comentários:

Professor Adriano disse...

Olá Clovis, agradeço o toque, acabou passando "batido", como deve ter reparado, estava grafado corretamente no corpo do texto que detalhava a "sola".
Sigo seu blog, porque achei ele muito interessante e como sou novo nesse negócio de blog, achei conveniente mencionar alguns blogs de qualidade na página inicial do meu, espero que nao se importe. Tenho muitos alunos e uma boa parte deles se interessa e respeita minha opinião, vejo essa oportunidade como um meio de expandir o desejo de saber mais das Escrituras.
Se precisar de algo, basta dar um toque.
Abraço
Adriano

Clóvis disse...

Adriano,

Não precisa agradecer, vi que no corpo do texto estava correto e alertei porque vi que se tratava de um lapso.

Agradeço por indicar meu blog no seu e por considerá-lo de qualidade. Sempre é possível melhorar, críticas e sugestões são bem vindas.

Visitarei seu blog e não terei acanhamento em pedir algo se precisar.

Em Cristo,

Clóvis

Postar um comentário

Sua leitura deste post muito me honrou. Fique à vontade para expressar suas críticas, sugestões, complemetos ou correções. A única exigência é que seja mantido o clima de respeito e cordialidade que caracteriza este blog.