Já tem uma conta?

Translate this blog

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons nas seguintes condições: você pode copiar, distribuir e utilizar livremente, desde que cite a autoria com link para o artigo neste blog, não o utilize com finalidade comercial e não faça modificações no conteúdo.

10 março 2009

Graça e recompensa

Amigo, você sabe o que é graça? A graça é incondicional. Ela é gratuita e não há motivos para que seja dada. É a obra de amor de Deus que Ele confere a nós, os pecadores. Se a graça de Deus estivesse relacionada com as realizações do homem, a essência da graça se perderia imediatamente. Uma vez que seja permitido permanecer em nós um vestígio de realização, Deus deve recompensar-nos de acordo com nossa realização. Deus é justo. E desde que Ele é justo, no mínimo Ele é correto. Ele tem de recompensar e premiar o homem de acordo com suas realizações. Mas se o dar de Deus é uma recompensa ou prêmio, então não é graça. Tão logo as realizações entrem, a recompensa também deve entrar e a graça fica do lado de fora. Se um homem lhe dá um mês de trabalho e você lhe dá o salário de um mês, o pagamento não pode ser considerado um presente; é uma recompensa. Ele fez algo para você; é a realização dele. E se é uma realização o pagamento não é graça, mas recompensa. Desde que a recompensa entre, a graça sai.

Watchman Nee
In: O Evangelho de Deus

3 comentários:

Sapão - André Luís Oliveira disse...

Mano, bom dia

esse texto foi você mesmo que fez? Ficou bem legal a comparação. Acho que faltou você dar exemplos do que seria a graça de Deus, para enriquecer o texto

Abraços

Clóvis disse...

Sapão,

Paz seja contigo.

Não, o texto não é de minha autoria. Os textos que escrevo são identificados com fonte azul.

Os que não são de minha autoria, além da fonte na cor preta, eu indico autor e fonte. Porém, esse texto especificamente, não sei a autoria nem lembro a fonte. Desconfio que seja Watchman Nee, mas não tenho certeza.

Se alguém puder ajudar com a indicação de autoria, agradeço e farei a devida menção.

Em Cristo,

Clóvis

Clóvis disse...

Sapão,

Já localizei o autor e a fonte e dei os créditos. Veja que interessante, procurando pela autoria, encontrei não apenas isso mas o livro na íntegra na Internet.

Veja o link: http://www.estudobiblico.com.br/salvacao/index.html

No texto em questão você encontra muitos exemplos que ilustram a natureza da graça.

Em Cristo,

Clóvis

Postar um comentário

Sua leitura deste post muito me honrou. Fique à vontade para expressar suas críticas, sugestões, complemetos ou correções. A única exigência é que seja mantido o clima de respeito e cordialidade que caracteriza este blog.