Já tem uma conta?

Translate this blog

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons nas seguintes condições: você pode copiar, distribuir e utilizar livremente, desde que cite a autoria com link para o artigo neste blog, não o utilize com finalidade comercial e não faça modificações no conteúdo.

03 abril 2009

A ira de Deus



Vídeo obtido no blog Voltemos ao Evangelho, onde você encontra também a transcrição.

3 comentários:

Clóvis disse...

Céu é céu porque Deus vai estar lá. Isto é verdade. Mas inferno não é inferno porque Deus não vai estar lá.

Gostei da frase.

Sapão - André Luís Oliveira disse...

Clóvis, então inferno seria inferno porque os condenados estarão lá? Isto supõe que Deus poderia estar no inferno e nem por isso aquilo ser o inferno?

Outra coisa, não gostei no vídeo porque essa pregação só mostrou um lado da Bíblia e a Bíblia é livro de condenação mas também de perdão e ele está antecipando que algumas daquelas pessoas irão pro inferno. Como ele pode saber se é Deus quem julgará?

Off-Topic: como coloco essa avaliação no meu blog?

Clóvis disse...

Sapão,

Perdoe a demora da resposta.

Você perguntou se "inferno seria inferno porque os condenados estarão lá?" e a resposta é não. Inferno é inferno porque Deus está lá para punir o pecado dos condenados.

Você também "supõe que Deus poderia estar no inferno e nem por isso aquilo ser o inferno". Deus é onipresente, então Ele também estará no inferno. Porém, não estará para abençoar, como acontece quando dois ou três se reunem em nome de Jesus. A presença de Deus não torna inferno menos inferno. Como Paul diz, inferno é a ira de Deus e não meramente ausencia de Deus.

Não entendi porque você disse "não gostei no vídeo porque essa pregação só mostrou um lado da Bíblia e a Bíblia é livro de condenação mas também de perdão", pois ele tanto fala da ira de Deus como da morte substutiva de Jesus e a qual se deve nossa salvação.

Finalmente, você vê no vídeo juizo temerário, pois "ele está antecipando que algumas daquelas pessoas irão pro inferno. Como ele pode saber se é Deus quem julgará?". Provavelmente ele se baseou nas palavras de Jesus, que diz que nem todos os que dizem "Senhor, Senhor" entrarão no reino de Deus. Além disso, ele não se referiu apenas à congregação ali reunida, mas aos que assistiam pela internet. Concordo com ele que não é sábio supor que todos os que o ouvem estão salvos.

Sobre a votação, pensei que já tinha lhe respondido, mas vá para http://www.outbrain.com que você poderá obter o código para essa funcionalidade.

Em Cristo,

Clóvis

Postar um comentário

Sua leitura deste post muito me honrou. Fique à vontade para expressar suas críticas, sugestões, complemetos ou correções. A única exigência é que seja mantido o clima de respeito e cordialidade que caracteriza este blog.