Já tem uma conta?

Translate this blog

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons nas seguintes condições: você pode copiar, distribuir e utilizar livremente, desde que cite a autoria com link para o artigo neste blog, não o utilize com finalidade comercial e não faça modificações no conteúdo.

17 abril 2009

Medidor de bondade

8 comentários:

O PENSADOR disse...

Excelente Video! Já o tinha visto, mas é sempre bom rever...

Angel... disse...

Bom dia !

Com certeza.

Graças a graça...Aleluia.

Ednaldo disse...

Diferente do irmão Pensador, ainda não tinha visto.

Os chineses já diziam, uma imagem vale mais que mil palavras, e um vídeo então...

Muito bom.

É pela Graça, somente pela Graça.

Ednaldo.

Clóvis disse...

Pensador,

Obrigado por seu comentário. Eu, quando vi o vídeo pela primeira vez fiquei impressionado pela simplicidade e força da mensagem.

Não tive dúvidas em postá-lo aqui.

Em Cristo,

Clóvis

Clóvis disse...

Angel e Ednaldo,

A graça não é justa. Mas ambém não é injusta. Graça é graça e ponto. Ainda bem, para nós.

Em Cristo,

Clóvis

Neto disse...

Sabe, Clóvis... Como vc disse, esse vídeo é claro como cristal e relata uma verdade bíblica de uma maneira que todos podem entender...

Mas não gostei foi do tom humoristico dado à algo tão sério, como O Julgamento... Que não terá NADA de engraçado.

Anonymous disse...

GRAÇA é de graça, mas não existe sem as obras. Não imagine que será tão fácil assim como demonstrado. Não ache que de graça é sem responsabilidade do homem.

Neto disse...

Anonimo, será fácil EXATAMENTE como demonstrado.
"Concluímos, pois, que o homem é justificado pela fé SEM as obras da lei." Rm 3.28.

O problema é que essa FÉ VERDADEIRA SEMPRE VEM COM OS FRUTOS, isso é, a obediencia, as boas obras.

E a maioria, só porque "crê", ou "acha que crê", já acha que está salvo... Mas você não vê VIDA nessa fé que eles dizem ter. Não há transformação e nem boas obras.

Postar um comentário

Sua leitura deste post muito me honrou. Fique à vontade para expressar suas críticas, sugestões, complemetos ou correções. A única exigência é que seja mantido o clima de respeito e cordialidade que caracteriza este blog.