Já tem uma conta?

Translate this blog

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons nas seguintes condições: você pode copiar, distribuir e utilizar livremente, desde que cite a autoria com link para o artigo neste blog, não o utilize com finalidade comercial e não faça modificações no conteúdo.

16 abril 2009

TULIP sumariada

(1) O homem decaído, em seu estado natural, não tem capacidade alguma para crer no evangelho, tal como lhe falta toda a capacidade para dar crédito à lei, a despeito de toda indução externa que sobre ele possa ser exercida.

(2) A eleição de Deus é uma escolha gratuita, soberana e incondicional de pecadores, como pecadores, para que venham a ser redimidos por Cristo, para que venham a receber fé e para que sejam conduzidos à glória.

(3) A obra remidora de Cristo teve como sua finalidade e alvo a salvação dos eleitos.

(4) A obra do Espírito Santo, ao conduzir os homens à fé, nunca deixa de atingir o seu objetivo.

(5) Os crentes são guardados na fé e na graça pelo poder inconquistável de Deus, até que eles cheguem à glória.

J. I. Packer
In: O Antigo Evangelho

3 comentários:

nanieateologia disse...

É difícil fugir do encadeamento lógico da TULIP. Nós tentamos isso na faculdade, mas é árduo contra-argumentar...
Abraços!

Clóvis disse...

Nani,

Quando eu me converti, eu tinha duas convições. Uma a da absoluta incapacidade humana, que descobri por experiência própria. Eu simplesmente não conseguia "aceitar a Jesus". Quando, em lágrimas, fui a Cristo, sabia que fui arrastado.

A outra, descobri na Bíblia, sozinho. Como ninguém me avisou que crente podia perder a salvação, apenas li a Bíblia e a segurança dos remidos foi cimentada "naturalmente" em meu coração.

Quando ouvi falar das outras pétalas da tulipa, foi uma questão de tempo, pois se a pessoa crê na incapacidade humana e na segurança do crente, e for coerente consigo mesma, chegará aos cinco pontos com certeza.

Em Cristo,

Clóvis

Taciano Cassimiro disse...

Resisti por um bom tempo a TULIP. Aos poucos começei estudar o assunto, e terminei desistindo de tentar refutar esse ensinamento tão biblico.

Ao analisar a epistola aos efesios fui radicalmente vencido pelas argumentações divinas,e por isso me alegro em Deus por tudo que diz respeito a minha salvação!

Postar um comentário

Sua leitura deste post muito me honrou. Fique à vontade para expressar suas críticas, sugestões, complemetos ou correções. A única exigência é que seja mantido o clima de respeito e cordialidade que caracteriza este blog.