Já tem uma conta?

Translate this blog

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons nas seguintes condições: você pode copiar, distribuir e utilizar livremente, desde que cite a autoria com link para o artigo neste blog, não o utilize com finalidade comercial e não faça modificações no conteúdo.

28 maio 2009

Deus controla o mal

A Soberania de Deus é a rocha inexpugnável à qual o coração humano sofredor deve se agarrar. As circunstâncias que cercam nossas vidas não são acidentes; podem ser obras malignas, mas esses males permanecem firmemente sob o controle das mãos poderosas do nosso Deus soberano... Todo mal está sujeito a Ele, e mal algum pode tocar Seus filhos a menos que Ele próprio permita.

Margaret Clarkson
In: Frases protestantes

6 comentários:

nanieateologia disse...

Simplesmente perfeito!

Clóvis disse...

Nani,

Obrigado pela sua visita. Infelizmente na teologia moderna, o sofrimento foi banido como parte do tratamento de Deus com seus filhos. Quando não é negado é atribuído ao Diabo, à parte do controle providencial de Deus.

Mas somente quem admite que Deus controla e usa o mal em nossas vidas pode ter prazer no Senhor em meio ao sofrimento.

Em Cristo,

Clóvis

Clóvis disse...

Irmãos,

Comparem a afirmação de Margaret Clarkson com a seguinte, extraída de Their God is too small, de Bruce Ware:

"Quando a tragédia entra em sua vida, por favor não pense que Deus tem alguma coisa a ver com ela! Deus não quer que a dor e o sofrimento aconteçam, e quando estas coisas acontecem ele se sente tão mal sobre isso quanto aqueles que estão sofrendo. E não pense que, de algum modo, essa tragédia deva cumprir algum bom propósito final. Pode muito bem não cumprir! O mal acontece todas as vezes que Deus não deseja, e freqüentemente ele não serve para qualquer bom propósito. Mas quando a tragédia realmente ocorre, podemos confiar que Deus está conosco e nos ajuda a reconstruir o que foi perdido. Afinal de contas, de uma coisa sabemos com certeza, e esta é que Deus é amor. Assim, embora ele não possa impedir que os muitos males aconteçam, ele estará conosco quando os males acontecerem."

Em Cristo,

Clóvis

Marcio Saraiva disse...

Clóvis e Nani;

O autor Bruce Ware nos fala de um Deus frágil, que não quer dor e sofrimento mas não pode impedir nada, assiste a tudo com lágrimas nos olhos e, o máximo que Ele pode fazer é estar ao nosso lodo, nos ajudando a colar os "caquinhos" de nossas vidas. Já o Deus apresentado por Clarkson é o DEUS BÍBLICO, o El Shadday, Aquele que tudo governa, que permite o mal e que faz o bem. Esse Deus bíblico anda totalmente "fora de moda", infelizmente, até entre cristãos professos.

Clóvis disse...

Marcio,

Apenas para não sermos injustos com Ware: a frase foi extraída de seu livro, mas não é dele. Na verdade, seu livro, numa tradução livre "Seu Deus é muito pequeno" é uma exposição crítica do neoteísmo.

Em Cristo,

Clóvis

Angel... disse...

Muito bom mesmo. Excelente.

Postar um comentário

Sua leitura deste post muito me honrou. Fique à vontade para expressar suas críticas, sugestões, complemetos ou correções. A única exigência é que seja mantido o clima de respeito e cordialidade que caracteriza este blog.