Já tem uma conta?

Translate this blog

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons nas seguintes condições: você pode copiar, distribuir e utilizar livremente, desde que cite a autoria com link para o artigo neste blog, não o utilize com finalidade comercial e não faça modificações no conteúdo.

07 maio 2009

Três dólares de evangelho

"Eu gostaria de comprar mais ou menos três dólares de evangelho, por favor. Não muito apenas o suficiente para me fazer feliz, mas não demais que eu fique dedicado. Eu não quero tanto evangelho que eu aprenda a realmente odiar a cobiça e a luxúria. Certamente não quero tanto que comece a amar os meus inimigos, prezar a auto-negacao, e contemplar o serviço missionario em alguma cultura diferente. Eu quero êxtase, não arrependimento. Transcendência, não transformção. Eu gostaria de ser querido por algumas pessoas gentis perdoadoras e de mente aberta, mas eu mesmo não quero amar aqueles de diferentes raças - especialmente se tiverem cheiro. Eu gostaria de evagenlho o suficiente para fazer minha família segura e meus filhos bem comportados mas não tanto que eu descubra minhas ambições redirecionadas ou minhas doações por demais alargadas. Eu gostaria de levar três dolares de evangelho , por favor."

D.A Carson
Recebido por email

6 comentários:

Célio R. disse...

Graça e a Paz de Nosso Senhor Jesus.
De certa forma é estranho que quando falo com algum irmão que está tendo uma atitude que não condis com o evangelho, a palavra que mais escuto é não tem nada a ver não, você esta sendo radical; e vejo o que realmente esta sendo produzido são crentes totalmente imaturos, sem conhecimento da seriedade do evangelho. È muito triste notar isto em irmãos muito queridos, e muito proximos. Na verdade nossas atitudes demonstram o quanto compreendemos do evangelho.

Ednaldo disse...

Paz Clóvis,

Isso tá me cheirando Teologia da Prosperidade, por que US$ 3,00? Por que não R$ 3,00?

Mas realmente vemos isso, e veremos sempre isso, basta ler o capítulo 6 do Evangelho segundo João. É a mesma coisa. Mas também isso se deve ao "evangelho a la carte", pregado atualmente, quem escolhe o que quer ouvir é o cliente, ops!, o membro da igreja.

"Na verdade, na verdade dos digo que me buscais, não pelos sinais que vistes, mas porque comestes do pão e vos saciastes." - Jesus Cristo - Evangelho segundo João 6:26

Em Cristo,

Ednaldo.

Igor Goulart disse...

Irmão Clóvis,

A paz do Senhor.

Sinceramente, ao ler este “post”, privei-me de comentar, pois, pensava que D.A Carson estava sendo irônico ou usando um instrumento literal. É quase inacreditável [sim, inacreditável] que exista alguém tão ignorante na Palavra, não seria o caso desse famoso pregador [que agora me deixou confuso].

Se o orador argumentou estas palavras com o intuito de persuadir, infelizmente, precisa de algumas horas de leitura bíblica [nem precisa ser hermeneuticamente ou exegeticamente].

Fico pensando, temos quatro evangelhos diante dos nossos olhos e muitos negam ler apenas Marcos [apenas 16 capítulos].

Mas, deixo bem claro. Devemos olhar o contexto da fala do pregador.

Para reflexão I Jo. 2:4.

Em Cristo,

ILGB

Clóvis disse...

Igor e Ednaldo,

D. A. Carson está sendo irônico, indiscutivelmente. As suas palavras são uma crítica ao estilo de vida dos crentes de hoje, que recebe apenas uma pitada de evangelho.

Sola Scriptura,

Clóvis

Aldair R. Rios disse...

Não precisa muito não faça uma visita a uma igreja evangélica e de preferência as da teologia da prosperidade. Falando Nisso, irmão Clóvis se possivel de uma olhada na matéria deste blog http://www.exejegues.blogspot.com/

Sola Gratia

Ednaldo disse...

Clóvis, a Paz.

Notei a ironia, por isso a brincadeira com o US$ e o R$.

Ednaldo.

Postar um comentário

Sua leitura deste post muito me honrou. Fique à vontade para expressar suas críticas, sugestões, complemetos ou correções. A única exigência é que seja mantido o clima de respeito e cordialidade que caracteriza este blog.