Já tem uma conta?

Translate this blog

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons nas seguintes condições: você pode copiar, distribuir e utilizar livremente, desde que cite a autoria com link para o artigo neste blog, não o utilize com finalidade comercial e não faça modificações no conteúdo.

14 junho 2009

Catecismo de Heidelberg - Domingo 24

62. Mas por que nossas boas obras não nos podem justificar perante Deus, pelo menos em parte?
R. Porque a justiça que pode subsistir perante o juízo de Deus deve ser absolutamente perfeita e completamente conforme a lei de Deus (1). Entretanto, nesta vida, todas as nossas obras, até as melhores, são imperfeitas e manchadas por pecados (2).

(1) Dt 27:26; Gl 3:10. (2) Is 64:6.

63. Nossas boas obras, então, não têm mérito? Deus não promete recompensá-las, nesta vida e na futura?
R. Essa recompensa não nos é dada por mérito, mas por graça (1).
(1) Lc 17:10.

64. Mas essa doutrina não faz com que os homens se tornem descuidosos e ímpios?
R. Não, pois é impossível que aqueles que estão implantados em Cristo, por verdadeira fé, deixem de produzir frutos de gratidão (1).
(1) Mt 7:18; Jo 15:5.

0 comentários:

Postar um comentário

Sua leitura deste post muito me honrou. Fique à vontade para expressar suas críticas, sugestões, complemetos ou correções. A única exigência é que seja mantido o clima de respeito e cordialidade que caracteriza este blog.