Já tem uma conta?

Translate this blog

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons nas seguintes condições: você pode copiar, distribuir e utilizar livremente, desde que cite a autoria com link para o artigo neste blog, não o utilize com finalidade comercial e não faça modificações no conteúdo.

14 agosto 2009

Qual é a boa notícia?


Após todas as coisas serem ditas e feitas, Deus é o evangelho. Evangelho significa “boas notícias”. O cristianismo não é teologia em primeiro lugar, e sim, notícias. É como se prisioneiros de guerra ouvissem secretamente, em um rádio, que os aliados haviam chegado e que o resgate seria apenas uma questão de tempo. Os guardas ficariam a imaginar qual seria a razão para tanta alegria.

Mas qual o principal benefício das “boas notícias”? É que tudo termina em uma única pessoa: no próprio Deus. Todas as palavras do evangelho conduzem a Ele, do contrário, elas não seriam evangelho, as boas notícias. Por exemplo: “salvação” não é uma boa notícia, se ela apenas salva do inferno e não conduz a Deus. “Perdão” não é uma boa notícia, se apenas alivia a culpa e não abre o caminho para Deus. “Justificação” não é uma boa notícia, se apenas nos torna legalmente aceitáveis perante Deus, mas não traz comunhão com Ele. “Redenção” não é uma boa notícia, se apenas nos liberta da escravidão, mas não nos leva a Deus. “Adoção” não é uma boa notícia, se apenas nos coloca na família do Pai, mas não em seus braços.

John Piper
In: Para sua alegria

0 comentários:

Postar um comentário

Sua leitura deste post muito me honrou. Fique à vontade para expressar suas críticas, sugestões, complemetos ou correções. A única exigência é que seja mantido o clima de respeito e cordialidade que caracteriza este blog.