Já tem uma conta?

Translate this blog

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons nas seguintes condições: você pode copiar, distribuir e utilizar livremente, desde que cite a autoria com link para o artigo neste blog, não o utilize com finalidade comercial e não faça modificações no conteúdo.

29 setembro 2009

Água benta da lagoinha

Li no blog do André Valadão sobre o show gospel-católico realizado em Goiânia. Com a chamada "Quer viver algo novo de Deus? Então faça algo que você nunca fez!", o pastor anunciou que ele e "o Grupo Rosa de Saron nos unimos esta noite em Goiânia para proclamarmos isso: o que nos une é muito maior do que aquilo que nos separa, nossa fé pode gerar em nós amizade, maturidade e comunhão". Para ele, o show "foi mais uma marca da Igreja do Senhor envergonhando o inimigo e declarando que somos mais do que vencedores em Deus". A nota termina agradecendo o povo que "vieram [sic] nos prestigiar nesta noite inesquecível para todos nós". Seguem-se elogios rasgados de fãs evangélicos e neo-fãs católicos.

Tenho algumas coisas a dizer sobre o assunto. Primeiro, que a empolgação dos Valadões com a Igreja Católica seria preocupante, não fosse o fato que não há nenhuma motivação teológica mais séria, mas apenas interesse comercial, uma intenção em ampliar o market-share fonográfico com o atrativo mercado católico popular, especialmente os que seguem padres melosos. Mesmo assim, os seguidores do DT podem ser presa fácil, haja vista que poucos se incomodaram com a Ave Maria cantada pelo Rosa de Saron.

Por outro lado, parece que a outro lado não se entusiasmou tanto assim. No blog da banda Rosa de Saron não há nenhuma menção ao show conjunto. Por isso, quando um pastor batista disse que essa aproximação se dá "impondo os nossos termos", me dei ao direito de duvidar. Me parece que batistas usarão água benta antes de católicos descerem às águas da lagoa.

Antes que me tomem por anti-católico, digo que não sou. Reconheço que pode haver entre católicos romanos verdadeiros crentes em Jesus. Também reconheço que em muitas e importantes doutrinas estamos juntos, caso da doutrina da Trindade e da pessoa de Cristo, por exemplo. E reconheço ainda que há áreas em que pode haver cooperação entre protestantes e católicos. Mas, ao lado disso tudo, tenho que reconhecer que o romanismo é um covil de falsas doutrinas, a principal delas a doutrina da justificação, pela qual a Igreja está em pé ou cai. E neste ponto, a ICAR está caída desde antes da Reforma.

Além disso, há de se considerar que apesar de todo doscurso ecumênico e o carinhoso "irmãos separados", ainda estamos sob o anátema pronunciado no Concílio de Trento. Mas como importa mais "entrar em unidade sem levantar bandeira religiosa" que defender a fé uma vez dada aos santos, a tendência é esses shows conjuntos se popularizarem.

PS.: Leia as considerações de Allen Porto Clicando Aqui

14 comentários:

Roberto Vargas Jr. disse...

Meu caro Clóvis,

Seu comentário está bastante ponderado, como é usual.

A seguir parte do meu comentário no blog do Allen (que o cita):
Como você sabe, sou cuidadoso ao falar de outras linhas teológicas/pensamento. Por isso não pegaria tão pesado com os católicos. Sim, há doutrinas terríveis por lá, mas a verdade é que o pensamento católico transcende bastante a religiosidade popular com a idolatria que conhecemos. Creio que ainda haja fé genuína entre eles!
Por outro lado, condeno veementemente qualquer universalismo e mesmo um ecumenismo que procure ignorar as barreiras intransponíveis da sã doutrina. Qualquer evento que tenha esta conotação nunca terá meu apoio. Ainda mais se promovido pela questionável música gospel brasileira...

Abraço, no Senhor,
Roberto

Clóvis disse...

Roberto,

Obrigado por informar da postagem do Allen sobre o mesmo assunto. Já informei o link na postagem acima.

Eu conheço alguns católicos romanos com os quais tenho agradáveis conversas teológicas. Geralmente são avessos ao catolicismo popular e críticos de padres cantores, tais como nós assumimos uma posição crítica em relação aos artistas góspeis. Além disso, reafirmo minha convicção de que há remidos no aprisco romano. Dizer que na ICAR não existe salvação é cometer o erro inverso de dizer que fora da ICAR não há salvação. Salvação só em Cristo. Ponto.

Mas fiquei espantado ao tomar conhecimento da reação do Valadão às críticas de um pastor batista ao evento, através de troca de emails (que não tenho autorização para publicar). Além de revelar imaturidade e falta de educação, típicos de crianças mimadas, o André ridicularizou o ministério do colega e disse que já tinha passado o assunto para seus advogados. É minha gente, criticar cantor góspel agora pode dar processo!

Em Cristo,

Clóvis

Roberto Vargas Jr. disse...

Clóvis,
Que coisa mais ridícula! O cara vai processar o outro com base em que? Acho difícil de acreditar que haja ofensas pessoais (parece que é ele que ofende ao outro, pelo que você diz). Assim, haverá crime de opinião?! Então quer dizer que, se alguém discordar de mim no meu blog, eu meto um processo?! Isso é só gritaria de um moleque mimado, como você bem diz.
Aliás, fico a imaginar o que este tipo de "crente" há de dizer a respeito de Natã. Pois sua reação certamente não é a de Davi!
E ainda há pessoas que querem me fazer mudar de opinião quanto a música gospel... Que lástima!
No Senhor,
Roberto

Roberto Vargas Jr. disse...

Ah, e a própósito do non sequitur que eu teria cometido no comentário anterior, bem, não é o caso, mas ele me propõe um mui útil complemento. A generalização é por ser este caso apenas mais um exemplo do estrelismo dos geniais compositores gospel com suas letras profundas e sua teologia sã... Isto para não contar o extremo bom gosto musical!
Chega de ironias!
Um abraço, no Senhor,
Roberto.

Ednaldo disse...

Paz Clóvis,

"E não vos conformeis...", acho deveras interessante como a "igreja" tem facilidade de assimilar termos mundanos, "SHOW GOSPEL", mas é isso que foi apenas um show.

Sinceramente espero que ouçam a Cristo batendo na porta.

Em Cristo,

Ednaldo.

Cristao Peregrino disse...

Prezado Clóvis,

curioso é o comentário 11 no blog do André, que foi publicado. Vamos postar lá também! :)

Creio que na "Lagoa" tem muito cristão sincero, muitos reformados também, que não concordam com muita coisa lá dentro, como em várias outras mega-igrejas brasileiras (e nas não tão mega também).

Na "Lagoa" temos um ambiente muito heterogêneo, teologicamente falando. Mas temos aqueles que creem na sã doutrina.

Gosto do Pr Márcio, ele me parece equilibrado nas pregações que já vi até agora.

Mas o estrelismo nessas grandes igrejas me assusta.

O monopólio me parece grande demais.

A atitude de processar quem é contrário nos revela a atitude imatura do irmão, do tipo: "Sai daqui profetinha meia boca, eu sou o ungido do senhor" como se estivesse acima de qualquer possibilidade de errar. Se até Pedro foi corrigido por Paulo, por que não poderia ele ser confrontado no engano que se encontra?

Chaga de show gospel, queremos evangelho de verdade, bíblico, pregações expositivas, amor pelas almas, não pelo dinheiro.

Reforma já, reforma sempre, até a volta de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Indignado como sempre com os rumos da igreja, apaixonado por Jesus cada dia mais...

Clóvis disse...

Ednaldo,

Show gospel é um qualificativo para indicar que o show não é lá aquela coisa...

Em Cristo, mas com resquícios de maldade

Clóvis

Clóvis disse...

Já postei um comentário no blog AV. Mas parece que que ele tem algo em comum com o Pr. Ciro, e não é o combate aos modismos neopentecostais... é esperar mais um pouco e ver se é publicado.

Em Cristo,

Clóvis

Cristao Peregrino disse...

Clovis,
a propósito, viste o post do AV de ontem (Soldados Valentes ou filhos mimados?)?

o comentario 32 deu uma descascada nele.


Paz.

Adna Jovem disse...

Fiquei supresa com a atitude do André...Oro ao Senhor para que Ele toque no coração e traga a verdade...

Sou contra o pagamento de cachê por aprsentações musicais ou pregações...O evangelho foi nos dado de Graça e é assim que deve permanecer...Tenho me surprendido com atitudes de pessoas " consagradas", "famosas",por ex. A cantora Alda Célia está vendendo o oleo da alegria (?!), não sei o que está havendo em nosso meio...mas creio que precisamos como vc disse de uma reforma e voltarmos a Palavra,como está escrito" Errais por não conhecerem a Palavra"

Na paz do Senhor,

Elisama.

www.adnajovem.multiply.com

Anonymous disse...

clóvis,

é interesante como vc, com certa frequencia, dá um jeito de falar do pr. ciro. o q é isso, inveja???

acompanho seu blgo há algum tempo porque vejo coerencia em boa parte do q vc fala, mas acho uma bobagem essa sua antipatia com o pastor ciro só porque ele não publica seus comentários.

ele veio aqui no ceará, eu falei com ele, vi ele pregando; gosto muito dele; e ele já deixou de publicar comentários meus.

pare de alfitar, cara. isso tá parecendo inveja, insegurança, alguma coisa mal resolvida.

p q falar do pr ciro nesse contexto??? não tem nada a ver.

pelo q eu conheço voce, clóvis, vai escrever para justificar-se e criticar o q eu falei. mas reflita.

tá feio essa sua postura. seja grande (no bom sentido), cara; aceite ser contrariado às vezes.

critique com justiça, e não por ANTIPATIA ou algum sentimento anticristao.

claudio

Clóvis disse...

Claudio,

Aceito sua repreensão, como a de um irmão em Cristo. Apenas para constar, não tenho antipatia nem inveja pelo Pr. Ciro, nem me sinto inseguro (não teria de que).

Em Cristo,

Clóvis

Leonardo Bruno Galdino disse...

"Me parece que batistas usarão água benta antes de católicos descerem às águas da lagoa".

Genial esse seu trocadilho, Clóvis! Como você bem falou, esse "approach" é puro merchan. Pelo andar da carruagem, os evangélicos estão mais dispostos a negociar sua doutrina do que os católicos, infelizmente!

Um forte abraço!

Clóvis disse...

Irmãos,

Só para constar, o comentário que fiz no blog AV não foi publicado.

A quem interessar, o mesmo pode ser visto aqui: Comentário André Valadão.

É um imagem, pois fiz um print screen.

Em Cristo,

Clóvis

Postar um comentário

Sua leitura deste post muito me honrou. Fique à vontade para expressar suas críticas, sugestões, complemetos ou correções. A única exigência é que seja mantido o clima de respeito e cordialidade que caracteriza este blog.