Já tem uma conta?

Translate this blog

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons nas seguintes condições: você pode copiar, distribuir e utilizar livremente, desde que cite a autoria com link para o artigo neste blog, não o utilize com finalidade comercial e não faça modificações no conteúdo.

28 setembro 2009

Cristo desceu ao inferno?

Há duas passagens no Novo Testamento que, tomadas de certa forma, pareceriam indicar que Cristo desceu ao inferno. Uma está em Efésios 4:9, onde é dito que Cristo desceu às partes mais baixas da terra. Isso provavelmente significa que ele desceu à terra, que é as partes mais baixas. O “da” ali não significa que ele estava afundando na terra. Assim, não penso que o texto garanta a interpretação que ele desceu ao inferno.

O outro texto é 1 Pedro 3:18-20, onde é dito que Cristo foi pregar aos espíritos que agora estão em prisão. Isto é, eles tinham morrido – tendo vivido nos dias de Noé – e estão agora em prisão; e Cristo foi pregar a eles. Alguns tomam isso como significando que entre a Sexta Feira da Paixão e o Domingo da Ressurreição, Cristo desceu ao inferno e pregou o evangelho ali. Mas tampouco penso que esse seja o significado desse texto. Acredito que ele significa que, quando essas pessoas estavam vivas nos dias de Noé, o Espírito de Cristo pregou a eles através da pregação de Noé; e agora eles estão em prisão.

Assim, minha conclusão é que não existe nenhuma base textual para crer que Cristo desceu ao inferno. De fato, ele disse ao ladrão sobre a cruz: “Em verdade te digo que hoje estarás comigo no Paraíso.” Essa é a única pista que temos quanto ao que Jesus estava fazendo entre a morte e a ressurreição. Ele disse, “Hoje — na tarde dessa Sexta, após estarmos mortos — você e eu estaremos no Paraíso juntos.” Não penso que o ladrão foi ao inferno e que o inferno seja chamado Paraíso. Acredito que ele foi para o céu, e que Jesus estava ali com ele.

Dessa forma, eu não digo aquela frase “ele desceu ao inferno [hades]” quando recito o Credo Apostólico. Estude você mesmo e veja se encontra outros fundamentos para tal afirmativa. Quanto a mim, diria que o fundamento para essa sentença particular no Credo Apostólico é, biblicamente falando, muitíssimo fraco.

John Piper
In: Cristo desceu ao inferno?

15 comentários:

NATANAEL TUSSINI disse...

CARO IRMÃO,
REALMENTE NÃO EXISTE BASE TEXTUAL PARA A DESCIDA DE CRISTO AO INFERNO. SOMENTE PARA COMPLETAR SEU RACIOCINIO, FAÇO UMA PERGUNTA: QUAL O OBJETIVO DE CRISTO DESCER AO INFERNO? QUEM ESTÁ NO INFERNO, JÁ NÃO TEM MAIS OPORTUNIDADE, SE ESTÃO LÁ É PORQUE NÃO ERAM ELEITOS. A PALAVRA AINDA DIZ QUE DEPOIS DA MORTE SEGUE-SE O JUIZO, ENTÃO SE ESTÃO NO INFERNO JA ESTÃO JULGADOS.
QUANDO O IRMÃO CITA QUE CRISTO DESCEU A REGIÃO ONDE ESTAVA OS SANTOS DO ANTIGO TESTAMENTO ESTÁ CORRETO, POIS CRISTO APENAS FOI DECLARAR SUA VITÓRIA, ESSES SANTOS ESTAVAM NO QUE PODEMOS CHAMAR DE SEIO DE ABRAÃO, QUE HOJE JÁ NÃO EXISTE MAIS,POIS QUANDO MORREMOS VAMOS PARA O PARAÍSO. PARA AJUDAR NA INTERPRETAÇÃO DESSE ASSUNTO É NECESSÁRIO CONHECER OS QUE OS ISRAELITAS ACREDITAVAM SOBRE AS REGIÕES INFERIORES.
SOBRE O A QUESTÃO DO CREDO APOSTÓLICO, DEVEMOS LEMBRAR QUEM EM SUA PRIMEIRA EDIÇÃO A AFIRMATIVA ERA QUE CRISTO HAVIA DESCIDO AO INFERNO, PORÉM DEPOIS DESSE MOMENTO O CREWDO PASSOU POR UMA MUDANÇA NO TEXTO, ONDE SE PODE LER AGORA QUECRISTO DESCEU AS REGIÕES INFERIORES.

SOLA GRATIA

Clóvis disse...

Natanel,

De fato, essa clausula do Credo foi acrescentada tardiamente. O Wayne Grudem explica isso direitinho em sua TS.

Eu também pulo essa parte do Credo.

Em Cristo,

Clóvis

Clóvis disse...

Está difícil recitar o Credo: creio na igreja católica (ops), universal (ops, ops), internacional (triplo ops)?

NATANAEL TUSSINI disse...

É VERDADE!!!TA DIFICIL MESMO DE RECITÁ-LO!
RSRSRSRS

NeoPravda disse...

A idéia que o Seio de Abraão era o lugar onde os espíritos estavam cativos não faz sentido. O rico da parábola no seu tormento olhou para cima e viu Lázaro no Seio de Abraão (não estava então o rico "embaixo" e Lázaro "em cima"?). Desconheço a origem do termo, mas não o identifico como o mesmo lugar. Além de tudo isto, as "partes mais baixas da terra" não fica a meros 7 palmos, ainda mais que Jesus foi sepultado numa cripta de pedra, conforme o costume. Lembrem-se, as mulheres foram lavar seu corpo na manhã gloriosa quando ele ressuscitou. Ou seja, não poderia estar enterrado. Quando dizemos, as partes mais altas da Terra não nos referimos ao topo das mais altas montanhas? As "partes mais baixas da terra" referem-se ao abismo (ver Salmos) e que outro abismo conhecemos pela palavra do que o Hades? Seol não é o termo para morte (esquecimento)?

Talvez eu esteja confundindo tudo, mas o caso é que para tomar as chaves da morte e do inferno, Cristo teria que ir ao lugar onde estas chaves estariam, do contrário a palavra seria "trasladando as chaves" ou algo assim. A palavra de Deus não é de particular interpretação, mas também não se contradiz.

Em Cristo, que era, que é e que há de vir!

Emerson

Petronio Francisco de Barros. disse...

È DIFÍCIL ENTENDER AQUELES QUE BASEIAM SUAS DOUTRINAS NUM CREDO QUE TEM MAIS AUTORIDADE DO QUE A PALAVRA DE DEUS. NOSSA DOUTRINA ESTÁ NAS ESCRITURAS (SOLA SCRIPTURA). A TRADIÇÃO REFORMADA ALÉM DE TER SUA TRADIÇÃO NOS CREDOS DISTANCIA CADA VEZ MAIS DAS ESCRITURAS, PORQUE CAI NO MESMO ERRO DOS CATÓLICOS ROMANOS: " A TRADIÇÃO É MAIS IMPORTANTE DO QUE A PALAVRA DO SENHOR" SERÁ QUE OS PROTESTANTES POR SEREM EX-CATÓLICOS NÃO CAIRAM NESTA MESMO ERRO? OS PAIS DA IGREJA NEM SEMPRE FALAVA O QUE ERA BÍBLICO, POIS ASSOCIAVAM MUITA FILOSOFIA GREGA DENTRO DOS ENSINOS DO CRISTIANISMO. È NECESSARIO SABER CORRIGIR OS ERROS DOS PAIS DA IGREJA E DOS REFORMADOS PARA NÃO CAIR NA IDOLATRIA DA "FILOSOFIA E DA TRADIÇÃO REFORMADA" PRECISAMOS SABER COMER O PEIXE COM MUITO CUIDADO PARA NÃO ENGOLIR OS ESPINHOS.

NATANAEL TUSSINI disse...

NEOPRAVD,
VOCE DISSE:A idéia que o Seio de Abraão era o lugar onde os espíritos estavam cativos não faz sentido.
EU AFIRMO: QUANDO PROCURO FAZER UMA INTERPRETAÇÃO DE UM TEXTO A PRIMEIRA PERGUNTA NÃO É SE FAZ SENTIDO PRA MIM, MAS SE FAZ SENTIDO PARA OS OUVINTES ORIGINAIS, E PARA OS JUDEUS FAZIA MUITO, PIIS FAZ PARTE DA TRADIÇÃO DELES!
VOCÊ DISSE:Talvez eu esteja confundindo tudo, mas o caso é que para tomar as chaves da morte e do inferno, Cristo teria que ir ao lugar onde estas chaves estariam, do contrário a palavra seria "trasladando as chaves" ou algo assim
EU AFIRMO: QUANDO VC ORA OU ADORA A DEUS VOCÊ NÃO CRE QUE ESTÁ NA PRESENÇA DELE? DEUS PRECISA SE MATERALIZAR SEU CORPO PARA ESTAR ONDE ELE QUER?
ENTÃO DESCER PARA BUSCAR CHAVE OU NÃO NÃO É NECESSÁRIO PARA UM SER ONIPRESENTE.
E ANTES QUE VOCÊ OU OUTRA PESSOA DIGA QUE SE ELE É ONIPRESENTE ENTÃO ELE ESTÁ NO CÉU, JA VOU DEIXANDO A RESPOSTA, SER ONIPRESENTE NÃO OBRIGA ELE ESTAR ONDE NÃO QUER.

NATANAEL TUSSINI disse...

PETRONIO:
DESCULPA, TIRE AS ESCAMAS DOS TEUS OLHOS, A MAIORIA DO QUE ACREDITAMOS HOJE, NÃO IMPORTANDO SUA CONFISSÃO DE FÉ, VÊM DO QUE OS PENSADORES DISSERAM. EX: TRINDADE; LIVRE-ARBITRIO; BATISMOS;PORTANTO NÓS CREMOS NOS QUE OSOUTROS DIZEM, E ISSO NÃO DIMINUI A FORÇA DE NOSSA FÉ, DESDE QUE A AFIRMAÇÃO DOS GRANDES PENSADORES SEJA PALTADA NAS ESCRITURAS.

Anonymous disse...

Gente com caps lock acionado fica ruim d+ pra ler esses coments, sem contar que é deselegante =]

Tá aí uma coisa que nunca questionei... vou procurar me aprofundar no assunto...

NATANAEL TUSSINI disse...

Perdão irmão não comentarei em caixa alta....e aproveitando a oportunidade, comentar anônimo é deselegante também, além de parecer uma atitude covarde

Só mais uma coisa: escrevi "pautada" de forma errada.

Clóvis disse...

Irmãos,

Escrever em caixa alta não é intrinsecamente errado. Mas se convencionou, nas listas e fóruns de discussão, que caixa alta indica que a pessoa está gritando. Pessoalmente, também prefiro ler em Minúscula.

A postagem anônima no Cinco Solas é permitida, embora eu, e todos os que lêem, prefiram que a pessoa diga o seu nome. De qualquer forma, um comentário vale pelo que diz, mais do que por quem diz.

Portanto, embora seja recomendável que não se escreva em caixa alta e assine os comentários, não é motivo para alguém se indispor com o outro. Vamos manter a cordialidade costumeira por aqui.

Em Cristo,

Clóvis

Clóvis disse...

Petrônio,

Há uma diferença entre basear a fé num Credo ou Confissão e expressar a fé através deles. Os cristãos confessionais formulam suas convicções bíblicas através dos credos, mas não extraem deles o que crêem. Os próprios símbolos de fé, como são chamados, deixam isso claro, ao colocar a Bíblia como autoridade suprema, em função da qual as declarações devem ser mudadas sempre que se descobrir diferenças.

O texto do Piper, e os comentários aqui postados provam este ponto. Pois, baseado na Bíblia, Piper, Grudem e muitos outros rejeitam a cláusula "descentid ad infernia". Baseassem eles nos Credos, aceitariam sem questionar, como nunca questionam a Bíblia.

Ressalvado este ponto, o Credo Apostólico é uma síntese maravilhosa do ensinamento bíblico. Seus doze artigos de fé servem como estrutura básica do discipulado cristão. Tanto é que muitas teologias sistemáticas, ainda hoje, seguem essa estrutura. O Credo não é, e nunca pretendeu ser, uma "reza" católica. É uma ajudar para quem tem convicções bíblicas responder, de forma completa, à pergunta "em que você crê?".

Em Cristo,

Clóvis

NeoPravda disse...

NATANAEL TUSSINI,

Trasncrevo seu nome em caixa alta em consideração à sua falta de cortesia.

Caro, sua argumentação é confusa e não está baseada na palavra e sim presunções. Eu citei uma parábola para ilustrar meu ponto. Se você quiser rebater meus argumentos, faça-o à-vontade, mas apenas considerarei aquilo que estiver firmemente baseado na palavra de Deus Ipsi Literis, deixando a interpretação a Quem pertence por direito, o Espírito Santo de Deus, nosso Pai, se é que temos o mesmo Pai.

Novamente, não creio que o Seio de Abraão seja o mesmo local dos espíritos cativos, do contrário seria forçoso acreditar que depois da morte o rico foi para o inferno e Lázaro para a prisão, o que é uma tremenda tolice.

Em tempo, eu não tentaria determinar o que Deus pode ou não pode fazer. Sabemos apenas que Ele não pode negar a Si mesmo, todo o restante está atrelado a isto.

Em Cristo que era, que é e que há de vir (logo).

Emerson

NATANAEL TUSSINI disse...

Neopravad,

Você argumentou: "Caro, sua argumentação é confusa e não está baseada na palavra e sim presunções. Eu citei uma parábola para ilustrar meu ponto. Se você quiser rebater meus argumentos, faça-o à-vontade, mas apenas considerarei aquilo que estiver firmemente baseado na palavra de Deus Ipsi Literis, deixando a interpretação a Quem pertence por direito, o Espírito Santo de Deus, nosso Pai, se é que temos o mesmo Pai.

Primeiro: O amado entra em uma debate apresentando sua defesa baseado em uma parábola; Todo mundo sabe que parábolas não servem para ser base de doutrina, então seu argumento, por mais que seja bíblico, não pode ser considerado válido.

Segundo, esse debate sempre estará pautado em interpretações do textos, já que as escrituras não deixam claro esse assunto.

Terceiro, os cristãos querendo ou não firmam sua fé e seus atos em três tipos de autoridade:Bíblia,Tradição e Razão. E se não me engano o post. era uma debate sobre a descida ou não de Cristo ao inferno, tendo como base alguns textos e o credo apostólico. Portanto fica impossivel usar apenas textos bíblicos sem usar a interpretação bíblica, além dos mais o debate gira em torno realmente de interpretação.

A paz de Cristo

NeoPravda disse...

Caro,

Por favor me exclua deste clube chamado "todo mundo". Não pertenço ao mesmo.

A respeito do seguinte comentário "...então seu argumento, por mais que seja bíblico, não pode ser considerado válido", só posso dizer que me arrependo amargamente de perder meu tempo contigo.

Emerson

Postar um comentário

Sua leitura deste post muito me honrou. Fique à vontade para expressar suas críticas, sugestões, complemetos ou correções. A única exigência é que seja mantido o clima de respeito e cordialidade que caracteriza este blog.