Já tem uma conta?

Translate this blog

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons nas seguintes condições: você pode copiar, distribuir e utilizar livremente, desde que cite a autoria com link para o artigo neste blog, não o utilize com finalidade comercial e não faça modificações no conteúdo.

05 setembro 2009

O propósito da Bíblia

Se alguém espera que as Escrituras deveriam ter sido escritas levando em conta opiniões, noções e especulações, a fim de tornar os homens habilidosos e espertos, capazes de falar e disputar, esse alguém está equivocado. A Bíblia nos foi dada para tornar-nos humildes, santos e sábios quanto às realidades espirituais; para dirigir-nos quanto aos nossos deveres, libertar-nos de nossas tentações, consolar-nos nas nossas tribulações, e fazer-nos amar a Deus e viver para Ele. Com esse propósito, há, de forma gloriosa, mais poder e eficácia em uma epístola, em um salmo ou em um capítulo, do que em todos os escritos dos homens...

John Owen (1616-1683)

2 comentários:

Danilo Neves disse...

Owen, sendo ele mesmo um habilidoso, reconhecia com todo o seu poder intelectual, debaixo do temor do Senhor, que a Bíblia não é mero livro. Todos os escritos dos homens são incapazes de salvar a alma do inferno.

Gosto muito desse teólogo até onde li de sua literatura puritana. Ainda bem que Deus levantou homens hoje para tornar os seus escritos mais fáceis de ler para uma geração que não consegue olhar para a Bíblia e entender que ela "foi dada para tornar-nos humildes, santos e sábios quanto às realidades espirituais; para dirigir-nos quanto aos nossos deveres, libertar-nos de nossas tentações, consolar-nos nas nossas tribulações, e fazer-nos amar a Deus e viver para Ele"

Clóvis disse...

Danilo,

A meticulosidade do Owen é desistimulante a quem procura uma leitura prazerosa. Por outro lado, o proveito que se tem do que ele escreve é algo que compensa qualquer sacrifício.

Eu gostaria que tivesse mais coisa dele escrito em português. Pois se em português adaptado já é difícil acompanhá-lo, imagine em inglês, que mal leio.

Em Cristo,

Clóvis

Postar um comentário

Sua leitura deste post muito me honrou. Fique à vontade para expressar suas críticas, sugestões, complemetos ou correções. A única exigência é que seja mantido o clima de respeito e cordialidade que caracteriza este blog.