Já tem uma conta?

Translate this blog

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons nas seguintes condições: você pode copiar, distribuir e utilizar livremente, desde que cite a autoria com link para o artigo neste blog, não o utilize com finalidade comercial e não faça modificações no conteúdo.

05 janeiro 2010

Como gloriar-se e não pecar

Há três condições sob as quais toda pessoa piedosa pode gloriar-se corretamente em todas as bênçãos de Deus, enquanto os ímpios não podem, de forma alguma, gloriar-se em Deus, senão falsa e perversamente. Em primeiro lugar, devemos reconhecer que toda coisa que existe em nós foi recebida de Deus e que nada provém de nós mesmos. Em segundo lugar, devemos guardar firme este fundamento: que a certeza de nossa salvação depende unicamente da misericórdia de Deus; e, finalmente, devemos descansar no único autor de todas as coisas boas. Assim, poderemos gloriar-nos, com gratidão, em tudo que é bom.

João Calvino
In: Comentário de Segunda aos Coríntios, 1:12

5 comentários:

Ricardo Mamedes disse...

É isso mesmo: se for para nos gloriar, que nos gloriemos no Senhor (2 Co 10:17). Pois nada temos que seja agradável a Ele, a menos que venha dEle mesmo.

Ficou bonita a "nova apresentação" do blog, embora seja preciso acostumar (rsss).

Em Cristo,

Ricardo Mamedes

Clóvis disse...

Ricardo,

Paulo disse "não que sejamos capazes de pensar alguma coisa, mas nossa suficiencia vem de Deus". Até mesmo nossos pensamentos dependem do poder de Deus para existirem.

Em Cristo,

Clóvis

Paulo Sardinha. disse...

Clóvis, você um dia poderia escrever, sobre por que tem certos calvinistas que ainda admitem haver paradoxo entre total soberania divina e responsabilidade humana, apesar de eu não conseguir enxergar "tal" paradoxo, ficaria grato de ouvir sua opinião.

http://paulojuniodeoliveira.wordpress.com/

Paulo

Lucas Marin disse...

Jeremias 9:24 Mas o que se gloriar glorie-se nisto: em me conhecer e saber que eu sou o SENHOR, que faço beneficência, juízo e justiça na terra; porque destas coisas me agrado, diz o SENHOR.

(-V-) disse...

Um resumo da teologia do Piper e do Edwards rsrs

Postar um comentário

Sua leitura deste post muito me honrou. Fique à vontade para expressar suas críticas, sugestões, complemetos ou correções. A única exigência é que seja mantido o clima de respeito e cordialidade que caracteriza este blog.