Já tem uma conta?

Translate this blog

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons nas seguintes condições: você pode copiar, distribuir e utilizar livremente, desde que cite a autoria com link para o artigo neste blog, não o utilize com finalidade comercial e não faça modificações no conteúdo.

25 janeiro 2010

Foi abortada e viveu para contar



Gianna Jessen não pode ficar calada e desistir não é uma opção para ela. Ela tem o "dom" da paralisia cerebral (palavras dela). Ela pesava menos de um quilo quando nasceu e os médicos disseram que ela nunca poderia sustentar a cabeça, engatinhar e muito menos andar. Ela começou a andar com três anos, com a ajuda de muletas e um andador... e hoje corre maratonas! Ela manca ligeiramente ao andar, às vezes cai, mas já completou duas maratonas e pretende correr outras em várias lugares. Nada mal para quem jamais andaria!


Gianna foi entregue a uma orfanato, uma casa de caridade de uma mulher chamada Penny no começo de sua vida. Penny foi mãe de mais de 56 crianças em sua vida. Mais tarde a filha de Penny adotou Gianna. Segundo ela, Penny salvou a sua vida.


Gianna é cristã. Reconhece que sua vida lhe foi dada pela graça de Deus. Pois se ela não podia andar, o mais milagroso ainda é que ela não poderia estar viva. Sua mãe biológica tinha 17 anos quando fez um aborto salino no terceiro trimestre. Após ser queimada viva por aproximadamente 18 horas no útero por uma solução salina, Gianna saiu viva de uma clínica de aborto do condado de Los Angeles. Seu registro médico atesta "nascida durante uma aborto salino"... esta é a causa de sua paralisia cerebral.


Nos videos abaixo, que tomei conhecimento através do blog do pastor Ciro Zibordi, ela na Autrália, durante o debate sobre a legalização do aborto no Estado de Victoria. Se você não acredita na providência divina na vida de seus filhos, mudará de idéia ao ouvir o testemunho dela.


Primeira parte





Segunda parte





Site da Gianna Jessen, onde poderá ouvi-la cantando.

4 comentários:

Esli Soares disse...

Eu iria fazer um comentário em outro assunto, mas acho que depois desse video qualquer coisa perde a razão. Quero apenas chamar atenção para os teologos de plantão (dos quais eu faço parte) é legal discutirmos os 5 pontos do calvinismo,citar de cabeça todas as confissões reformadas, e pregar quase como se fossemos um léxico do grego. Mas a questão é quantos de nós (eu e você) nos vemos como um milagre de Deus? Qual é a nossa missão aqui? Como temos superado as nossa crise? Estou impressionado e incomodado. Parabens pela postagem! Soli Deo Gloria

Anonymous disse...

Sem Palavras... Definitivamente.

Anonymous disse...

A questão do aborto é uma questão muito definidada em nós, principalmente nós seguidores de Cristo, mas o que me chamou atenção, mesmo, antes mnesmo de ver o testemunho dela em vídeo foi ler em pequenas linhas aquilo que Fez na vida dessa jovem. Não me surpreende essa maneira de Deus demosntrar, mesmo já o tendo feito há mais de 2000 anos atrás. Ele é o mesmo, ontem hoje e será eternamente.De verdade não precisamos ouvir historias de vida como essa para mensurar o amor de Deus, mas sermos firmes naquilo que temos convicção mediante aquilo que deus tem colocado diante de nós pra fazer, por que o que é pra nós fazermos, a nossa missão. é nossa.

Anonymous disse...

não me surpreendo, vendo este testemunho, sempre soube que DEUS é poderoso e que ele ainda opera milagres na vida do homem.Ele nos deu a inteligência para usufruir-mos com coisas que edifiquem, mas o homem "covarde", acha que é mais poderoso que Deus, que através de um estudo, pode matar,destruir aquilo o qual ele não tem o poder de fazer:(Dá a vida), e o mesmo que dá a vida, só ele tem poder de tirar; essa é uma dádiva a qual só pertence a Deus. Ele confude e envergonha o que se diz sábio, ele permite que aconteça tais coisas para nos mostrar que ele existe...

Postar um comentário

Sua leitura deste post muito me honrou. Fique à vontade para expressar suas críticas, sugestões, complemetos ou correções. A única exigência é que seja mantido o clima de respeito e cordialidade que caracteriza este blog.