Já tem uma conta?

Translate this blog

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons nas seguintes condições: você pode copiar, distribuir e utilizar livremente, desde que cite a autoria com link para o artigo neste blog, não o utilize com finalidade comercial e não faça modificações no conteúdo.

27 janeiro 2010

Joseph Chambers e a Bíblia de Estudo Dake


A Bíblia de Estudo Dake é, sem dúvida, repleta de comentários questionáveis. Não é o material de leitura para jovens, novos convertidos ou ministros cristãos sem discernimento. Tem verdade apenas o suficiente para fazer o seu erro parece plausível e convincente. Ele certamente tem convencido uma série de pentecostais e neopentecostais contemporâneos. Ninguém diria que ele é singularmente responsável pela confusão teológica que estas igrejas estão cheias, mas nem ele deveria ser perdoado por sua parte. Muitas vezes, quando uma figura como Dake está morto, seu ensino se torna ainda mais poderoso e aceito. Homens e mulheres piedosos devem retornar para a simples Palavra de Deus de se desprender de figuras populares para fazer sua interpretação da verdade. A Bíblia irá interpretar a si mesmo se você: “Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade. (II Timóteo 2.15).

Joseph Chambers

6 comentários:

Ricardo Mamedes disse...

Clóvis,

Esses são motivos mais do que suficientes para desaconselhar a aquisição da referida Bíblia. Em se tratando de Bíblia, penso não ser aceitável o meio termo. Sendo "meio herética" não é boa.

Abraço.

Ricardo

Pastor Geremias Couto disse...

Caro Clóvis

Você já conhece a minha posição sobre a Bíblia Dake. Deixei de participar da Conferência de Escola Dominical em Americana, SP, promovida pela CPAD, para não passar pelo constrangimento de vê-la sendo vendida ou até mesmo anunciada nos intervalos, sem que eu pudesse, por uma questão de ética, me manifestar. Seria ambíguo de minha parte. Concordo com o Ricardo Mamedes. Não existe "meia heresia" ou "heresia boa".

Abraços

Armando Marcos disse...

Oi Clovis, eu sei que não é o melhor canal para perdi nada, mas gostaria de lhe pedir que, se possivel, colocasse no seu blog o Banner do Projeto Spurgeon, para a ajudar a divulgar( ou um link também)

http://www.projetospurgeon.com.br/ e o Banner está lá

Quanto a Biblia DAke, prefiro ainda continuar com minha humilde ACF sem notas, a ACF com referências e uma Almeida de Estudo só para ajudar, heheheh

Abraços
Armando

Clóvis disse...

Ricardo,

Especialmente por se tratar de uma Bíblia, devemos ser muito rigorosos. Alguns menosprezam a "força" das notas em Bíblias de estudo, mas basta ver como as mesmas são vistas por católicos romanos em suas Bíblias anotadas e independente de concordarmos ou não com o dispensacionalismo, ele se tornou "padrão" no meio evangélico via Bíblia de Scofield.

Em Cristo,

Clóvis

Clóvis disse...

Pr. Geremias,

Conheço sua posição e devo dizer-lhe que seus argumentos me levaram a revisar uma quase tolerância que eu tinha e cimentaram minha convicção de que ela é totalmente perninciosa.

Hoje mesmo, quando ia almoçar com meu filho, passamos em frente à única livraria evangélica da minha cidade, não vem ao caso, mas de proprietários assembleianos. A Dake estava colocada em destaque na vitrine, com cartaz chamando a atenção para ela e a única com condições especiais de pagamento. Ou seja, a comercialização segue a todo vapor, num aparente descaso para com a sã doutrina.

Quanto a sua não participação no evento, realmente seria constrangedor. Existem situações que tanto falar como calar são inapropriados. Não indo, o irmão já deu o recado.

Em Cristo,

Clóvis

Clóvis disse...

Armando Marcos,

Reservo-me ao direito de referenciar, destacar ou recomendar blogs seguindo critérios puramente pessoais e bastante sunjetivos. Mas nem sempre percebo se já incluí algo que deveria ou não. Toques como o seu são bastante úteis.

Por exemplo, à pouco, lendo o blog de Josemar Bessa, vi que o mesmo não constava em meus Blogs Amigos, o que era uma pena. Incluí-o imediamente.

O seu projeto Spurgeon é de Deus, como dizem os jovens da igreja. Então, já devia figurar por aqui a bastante tempo. Mas já está entre os blogs destacados.

Em Cristo,

Clóvis

Postar um comentário

Sua leitura deste post muito me honrou. Fique à vontade para expressar suas críticas, sugestões, complemetos ou correções. A única exigência é que seja mantido o clima de respeito e cordialidade que caracteriza este blog.