Já tem uma conta?

Translate this blog

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons nas seguintes condições: você pode copiar, distribuir e utilizar livremente, desde que cite a autoria com link para o artigo neste blog, não o utilize com finalidade comercial e não faça modificações no conteúdo.

05 março 2010

Um dia a vida aqui acaba


Nós realmente não acreditamos que tudo terminará, não é? Se Deus não nos tivesse dito o contrário, pensaríamos que este desfile da vida continuaria para sempre. Mas ela terminará. Esta vida não é para sempre; tampouco é a melhor vida que existe. O fato é que os crentes são direcionados para o céu. Isso é realidade. E o que fazemos aqui na Terra tem relação direta com a forma que viveremos lá. O céu pode estar tão perto quanto o ano ou a semana que vem; portanto, aqui na Terra, faz muito sentido dedicar algum tempo aos pensamentos sinceros sobre o maravilhoso futuro que nos está reservado.

Joni Eareckson Tada
In: Céu - nosso verdadeiro lar

2 comentários:

Neto disse...

Eu já ouvi falar, e já lí, que em TODOS os avivamentos genuínos do Espirito Santo, há uma sensação incrível de se "estar à um passo da eternidade". O Espirito nos mostra nossa pequinez, nossa mortalidade, e como nossa vida é um "vapor", e que não temos tempo a perder com futilidade!

Quanto mais o homem se aproxima de Deus, mas percebe que não é eterno!

Isso é uma prova imbatível que o nosso Brasil Gospel está longe de uma avivamento genuíno...

Jefferson de Morais disse...

Por mais que a nossa mente humana não consiga imaginar quão glorioso é o nosso verdadeiro lar - isso levando em conta a grandiosidade das coisas de Deus e a nossa tão pequena pequenez(proposital) -, acho maravilhoso se perder nesses tipos de pensamentos. A gente suspira só de pensar em quantas coisas maravilhosas o Senhor tem preparado para os Seus.
Ótima postagem, Clóvis.
Abraços,
Jefferson.

Soli Deo Gloria.

Postar um comentário

Sua leitura deste post muito me honrou. Fique à vontade para expressar suas críticas, sugestões, complemetos ou correções. A única exigência é que seja mantido o clima de respeito e cordialidade que caracteriza este blog.